Marcadores

Theme Support

Unordered List

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Atenção:

Art. 46. Não constitui ofensa aos direitos autorais: III - a citação em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicação, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e a origem da obra; as imagens deste blog são retiradas da internet, se quiser credito pela autoria ou quiser que remova, é só entrar em contato conosco.

Importante:

As informações e sugestões contidas neste blog têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Seja + Um

Pesquisa

Arquivo

Seguir po Email

Tradutor

Calcule seu IMC

Calculadora IMC
Peso: kgs
Altura: m cm

08 fevereiro 2017

Conheça as doenças que podem causar perda de peso

O emagrecimento deve ser motivo de preocupação quando ocorre de forma não intencional, sem a pessoa perceber que está perdendo peso.


Em geral, é normal emagrecer após fases de estresse como mudar de trabalho, passar por um divórcio ou perder um ente querido.

No entanto, se a perda de peso não está ligada a esses fatores e nem à dieta ou aumento da atividade física, deve-se procurar um médico para avaliar a causa do problema, que pode ser doenças como problemas na tireoide, diabetes ou câncer.

Quando se preocupar

O emagrecimento é preocupante quando o paciente perde, sem querer, mais de 5% do peso corporal em um período de 6 meses a 1 ano. Em pessoa com 70 kg, por exemplo, a perda é preocupante quando é maior que 3,5 kg, e em uma pessoa com 50 kg, a preocupação vem quando ela emagrece mais 2,5 kg sem querer.

Além disso, também deve-se estar atento a sinais como cansaço, perda de apetite, alterações no ritmo de funcionamento do intestino e aumento na frequência de infecções como gripes.


Possíveis Causas

Quando a perda de peso acontece de forma não intencional e sem motivos aparentes, ela pode estar ligada a problemas como:
  • Doenças intestinais, como, úlceras e doença de Crohn;
  • Doenças neurológicas, como demência e doença de Parkinson;
  • Problemas na tireoide, como hipertireoidismo;
  • Doença de Addison, que é um problema na glândula adrenal;
  • Câncer;
  • Diabetes;
  • Depressão;
  • Problemas no coração;
  • AIDS;
  • Tuberculose;
  • Doença pulmonar obstrutiva crônica;
  • Uso excessivo de bebidas alcoólicas ou drogas.
Além disso, também é preciso avaliar se a perda de peso está ligada a outros problemas como perda de dentes, anorexia ou bulimia. 

Causas de perda de peso em idosos

A perda de peso durante o envelhecimento é normal quando é lenta e normalmente está ligada à falta de apetite, alteração do paladar ou devido a efeitos colaterais de remédios. Outro motivo comum é a demência, que faz com que a pessoa esqueça de fazer as refeições e de se alimentar de forma adequada.

Além do emagrecimento, também é normal ocorrer à perda de massa óssea, o que torna o idoso mais frágil e com maior risco de ter fraturas ósseas.

Causas de perda de peso na gravidez

A perda de peso na gravidez não é uma situação normal, porém pode ocorrer principalmente quando a gestante tem muitos enjoos e vômitos no início da gravidez, não conseguindo fazer uma alimentação adequada.

Nestes casos, é fundamental consultar um nutricionista para saber o que fazer e evitar complicações graves que possam prejudicar o crescimento do feto, pois é esperado que a gestante saudável e com peso normal aumente 11 a 15 Kg durante toda a gestação.

Causas de perda de peso no bebê

A perda de peso é comum em bebês recém-nascidos, que costumam perder até 10% do peso corporal durante os primeiros 15 dias de vida, devido à expulsão de líquidos através da urina e fezes.

A partir daí é esperado que o bebê aumente cerca de 250 g por semana até os 6 meses de vida e vá sempre aumentando de peso e altura conforme o avançar da idade.

Diagnóstico

Para diagnosticar a causa do emagrecimento, o médico irá avaliar os sintomas apresentados e pedir exames como o exame de sangue, de urina e de fezes, ressonância magnética e raio- X do tórax, continuando a investigação de acordo com os resultados obtidos.

Geralmente o clinico geral é o primeiro médico que deve ser consultado e só após os resultados dos exames ele poderá  indicar um especialista de acordo com a causa do problema, como endocrinologista, psiquiatra ou oncologista, por exemplo.


←  Anterior Proxima  → Inicio

Junte-se aos Amigos

Leve-me!!

Saúde Um Desafio - Sua saúde, seu bem estar!

Calcule o seu IMC

Calculadora de IMC HTML
Peso (em Kg)

Altura (em Cm)




IMC

Avaliacao do IMC


Calculadora IMC

Curta-nos no Facebook

Adicione-me no Google+

Siga-me!!

Postagens populares

Marcadores

 
▲Topo