Arquivo do blog

Marcadores

Theme Support

Unordered List

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Atenção:

Art. 46. Não constitui ofensa aos direitos autorais: III - a citação em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicação, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e a origem da obra; as imagens deste blog são retiradas da internet, se quiser credito pela autoria ou quiser que remova, é só entrar em contato conosco.

Importante:

As informações e sugestões contidas neste blog têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Seja + Um

Pesquisa

Arquivo

Seguir po Email

Tradutor

Calcule seu IMC

Calculadora IMC
Peso: kgs
Altura: m cm

15 janeiro 2017

Disfunção erétil (conhecida como impotência sexual)

Dificuldades em obter e/ou manter a ereção podem ocorrer em qualquer fase da vida de um homem.


Na maioria dos casos a causa é de origem psicogênica, ou seja, interferência de fatores emocionais e psicológicos, como insegurança em relação ao desempenho sexual, receio de não satisfazer a parceira, estresse, cansaço, preocupações familiares, financeiras e profissionais dentre outras.

Normalmente quando o homem apresenta pela primeira vez uma dificuldade de obter ou manter a ereção durante o ato sexual, o fato o faz se sentir ansioso e esta ansiedade o impede de se entregar totalmente às suas sensações eróticas, tornando-o um mero observador do seu próprio desempenho sexual. Assim, a cada relação, a tensão diante da possibilidade de obter ou não uma ereção ou de conseguir mantê-la, aumenta ainda mais a possibilidade da mesma não ocorrer.

Quando esse indivíduo procura um auxílio médico e é detectada uma causa orgânica, normalmente já foram instaladas insegurança e ansiedade conseqüentes das repetidas falhas eréteis. Assim, a sua autoconfiança e auto-estima já se encontram abaladas, fazendo com que, mesmo depois de sanar a causa orgânica, o problema possa persistir. E dessa forma, mesmo quando existe causa orgânica, a interferência psicológica também passa a existir.

Não é raro esse indivíduo passar a evitar situações em que a relação sexual é possível, pelo medo de não conseguir ereção. Geralmente, as causas orgânicas são presentes em homens acima dos 50 anos e estão relacionadas a desequilíbrios hormonais, causas vasculares, neurológicas, diabetes, uso abusivo de álcool ou outras drogas e até mesmo ao uso de alguns medicamentos que podem comprometer a ereção. No entanto, mesmo em homens acima dessa idade, pode não ocorrer uma causa orgânica e sim, psicológica.

Quando há suspeita de uma causa orgânica, se faz necessária a avaliação com um médico Urologista/Andrologista para avaliar qual o tipo de abordagem e tratamento podem ser sugeridos. No entanto, por meio de uma primeira consulta com um terapeuta sexual é possível perceber se pode estar ocorrendo uma causa orgânica para a disfunção erétil. Por exemplo: é muito comum um homem apresentar dificuldade de ereção ou de mantê-la com uma determinada parceira, mas não com outra em outra determinada situação. Ou na tentativa de penetração, mas não na masturbação ou no sexo oral e assim por diante.

O paciente pode, ainda, relatar uma dificuldade de ereção no ato sexual ou em todas as situações mencionadas anteriormente, mas o mesmo percebe uma ereção normal durante a noite ou pela manhã, ao acordar. Tal fato, seguramente, exclui qualquer possibilidade de uma causa orgânica, pois   demonstra que sua ereção ocorre em situações em que, provavelmente não se cria uma expectativa em obtê-la ou, até mesmo, fora do estímulo sexual.

Durante o sono, o homem pode ter ereção sem que esteja tendo um sonho erótico. Essa ereção se dá apenas por estímulos neurológicos e muitas vezes não percebidos durante o sono. E pela manhã, ao acordar com a bexiga cheia, também tem estímulos neurológicos que provocam sua ereção. Nessas duas situações a ereção não se dá por estímulos sexuais e sim apenas por estímulos neurológicos indicando então que a sua resposta orgânica da ereção está preservada. Com isso é afastada qualquer possibilidade de uma causa orgânica, constatando-se, então, que a dificuldade de ereção se dá em situações de ansiedade, tensão, receio de não conseguir ter ereção - fatores relacionados a causas emocionais e psicológicas.

A disfunção erétil pode, também, ser uma causa ou conseqüência da ejaculação precoce. Um homem com essa disfunção, com o passar do tempo pode vir a desenvolver um quadro de impotência sexual e vice e versa.  Dentre as causas psicológicas já mencionadas como ansiedade e preocupações com o desempenho sexual, também se encontram causas mais profundas como dificuldades intrapsíquicas inconscientes e do próprio relacionamento conjugal. Todos esses fatores devem ser avaliados nas consultas para que possa ser sugerido o tratamento através da Terapia Sexual.

Com o tratamento por meio da Terapia Sexual, o homem gradativamente conseguirá identificar os seus medos, conflitos e ansiedade frente ao sexo. Aprende a lidar com sua sexualidade sem a tensão provocada pelos fatores culturais através dos quais foi educado, diminuindo as cobranças que faz em relação ao seu desempenho sexual ou de sua parceira, em relação à obtenção de uma ereção.

A indicação de técnicas específicas para obtenção perda e reobtenção da ereção ajuda o homem a restabelecer a sua auto-estima e autoconfiança neste processo. Na maioria dos casos não chega a ser necessária a prescrição de medicamentos.

É imprescindível a análise de um profissional para um tratamento eficiente.


←  Anterior Proxima  → Inicio

Junte-se aos Amigos

Leve-me!!

Saúde Um Desafio - Sua saúde, seu bem estar!

Calcule o seu IMC

Calculadora de IMC HTML
Peso (em Kg)

Altura (em Cm)




IMC

Avaliacao do IMC


Calculadora IMC

Curta-nos no Facebook

Adicione-me no Google+

Siga-me!!

Postagens populares

Marcadores

 
▲Topo