Arquivo do blog

Marcadores

Theme Support

Unordered List

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Atenção:

Art. 46. Não constitui ofensa aos direitos autorais: III - a citação em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicação, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e a origem da obra; as imagens deste blog são retiradas da internet, se quiser credito pela autoria ou quiser que remova, é só entrar em contato conosco.

Importante:

As informações e sugestões contidas neste blog têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Seja + Um

Pesquisa

Arquivo

Seguir po Email

Tradutor

Calcule seu IMC

Calculadora IMC
Peso: kgs
Altura: m cm

05 janeiro 2017

Acantose nigricans

O que é acantose nigricans?

É uma lesão na pele que provoca espessamento e hiperpigmentação. Deixa a região acometida escura e com aspecto aveludado e está bastante relacionada com a obesidade.

Algumas lesões possuem característica congênita, outras são componentes de uma síndrome paraneoplásica. Esta condição foi pela primeira vez descrita por Sigmund Pollitzer e por Viktor Janovsky, por volta de 1890. A lesão pode surgir em qualquer local do corpo humano, porém há uma preferência pelas partes de dobras como axilas, pescoço, virilha, mãos e pés.

Acomete tanto homens quanto mulheres e indivíduos negros parecem ser mais vulneráveis a tanto.  Pessoas sedentárias e obesas fazem parte do grupo de risco, assim como aquelas que sofrem de alterações endocrinológicas. 

A acantose nigricans é dividida em quatro espécies: a síndrome de Miescher, que é benigna e possui caráter hereditário, a síndrome de Gougerot Carteaud, também benigna e possivelmente hereditária, a pseudo-acantose nigricans, que é a forma juvenil e está associada a alterações endocrinológicas e a acantose maligna, manifestação paraneoplásica que acometem adultos e possui relação com tumores.

A acantose nigricans é uma das doenças da epiderme. Já a epiderme é uma das camadas da pele, a que fica na parte mais exterior. Quem sustenta esta é a derme, responsável por reservar nutrientes e agir como isolante térmico. A pele é o maior e mais pesado órgão do corpo humano.

Agente causador

As principais causas da acantose nigricans são as endocrinopatias. A obesidade é um dos fatores que mais contribui para tanto. Hipertireoidismo, hipotireoidismo, diabetes mellitus, síndrome dos ovários policísticos, a doença de Addison e resistência periférica à insulina, por exemplo, são algumas condições que causam a disfunção.

Alguns casos são congênitos. Outros podem ter sido induzidos devido ao uso de drogas, como corticoesteróides e anticoncepcionais orais. As acantoses malignas, por outro lado, são geralmente provocadas devido a tumores no trato gastrintestinal.  Quando há proliferação de células da epiderme em direção à derme, diz-se ser uma acantose.

Como se descobre a doença (diagnóstico)

Os sinais da acantose nigricans são bastante evidentes. Em muitos casos eles geram incômodos sociais, já que podem estar em áreas bem expostas, como o rosto ou pescoço. As lesões progridem de forma lenta. Muitas vezes só se nota estas quando já estão bem escuras e espessas. Diante dos sinais a pessoa deve procurar imediatamente um médico.

No consultório uma cuidadosa análise clínica será feita, assim como algumas dúvidas serão tiradas com relação ao histórico familiar e com relação aos hábitos alimentares. Ao analisar a aparência das lesões, a coloração, a espessura e a extensão, por exemplo, o profissional já tende a suspeitar de um caso de acantose nigricans. Como as lesões são, geralmente, os únicos sintomas da doença, são nelas que o médico concentrará sua atenção.

Pacientes obesos ou portadores de alguma patologia endócrina fazem parte do grupo de risco para a acantose nigricans. O médico levará isto em conta no seu diagnóstico. Quando este for confirmado deve-se dar início imediato ao tratamento, para que novas lesões não surjam e para que as mesmas sejam amenizadas. O tratamento pode envolver sessões de laser e aplicação das pomadas, entretanto, não existem medidas específicas para acantose.

Sintomas

As lesões surgem de forma progressiva e gradual. Aos poucos certas áreas do corpo começam a ficar mais e mais escuras. Tanto nos homens quanto nas mulheres elas possuem a mesma aparência. Em pessoas obesas possuem lugares em comum, entretanto, na grande maioria os locais mais acometidos são as dobras e as pregas como as axilas, a virilha e o pescoço. Não são doloridas e somente em algumas pessoas costumam provocar coceiras. As acantoses malignas podem vir acompanhadas de sintomas mais fortes, já que geralmente estão associadas a tumores.

Os sinais mais evidentes de acantose nigricans são, portanto, áreas escuras e grossas em regiões de dobras e pregas. Podem ou não causar coceira. Diante destes indícios não deixe de buscar por ajuda. Apesar de não trazerem muitos transtornos algumas acantoses podem ser malignas ou ser sintomas de outras doenças preocupantes.

Prevenção

Certas acantoses possuem origem congênita, nestes casos não há muito que se fazer. Basicamente, é importante consultar com frequência um médico especialista para que a saúde de sua pele esteja sempre monitorada. Casos na família também devem servir como um fator preocupante. Existindo parentes com tal disfunção realize exames de rotina e cuide do seu corpo. A obesidade, por exemplo, é uma das principais condições que leva a pessoa a desenvolver acantose nigricans. Portanto, mantenha hábitos alimentares saudáveis e pratique exercícios físicos. O sedentarismo é algo que deve ser evitado por todos.

Alguns medicamentos, como hormônios de crescimento e pílulas anticoncepcionais, também podem acabar provocando estas lesões na pele. Fique atento a este fato e diante de qualquer evidência converse com um profissional.

Tratamento

Não há atualmente um método de tratamento único para acantose nigricans. Alguns remédios são utilizados com o intuito de prevenir alterações na pele e amenizar as já existentes. E é nisto que o tratamento acaba se baseando.

Sessões de laser e de dermoabrasão estão provocando resultados favoráveis em muitas pessoas e são algumas das alternativas mais recorridas. Estes procedimentos ajudam a amenizar os danos e a deixar a superfície acometida menos espessa. As áreas escuras e grossas da pele deixam muitos pacientes com vergonha de sair à rua ou de usar pouca roupa.  Um acompanhamento psicológico pode ser considerado para ajudá-los a levar uma vida melhor. Grupos de apoio também são uma boa alternativa.

Diante dos sinais é imprescindível buscar por ajuda. Somente um profissional poderá avaliar cada situação e decidir se é ou não grave. Nunca realize automedicações. O uso incorreto de fármacos pode piorar um estado ou ainda mascarar doenças mais graves. Portanto, consulte sempre um profissional para saber qual é a melhor abordagem. Existem no mercado alguns cremes e pomadas com vitamina A que ajudam a deixar a pele mais brilhante e esconder um pouco as lesões. Pergunte sobre esta opção para o médico. Tire com ele as dúvidas e converse sobre as incertezas, sua saúde depende disto.



←  Anterior Proxima  → Inicio

Junte-se aos Amigos

Leve-me!!

Saúde Um Desafio - Sua saúde, seu bem estar!

Calcule o seu IMC

Calculadora de IMC HTML
Peso (em Kg)

Altura (em Cm)




IMC

Avaliacao do IMC


Calculadora IMC

Curta-nos no Facebook

Adicione-me no Google+

Siga-me!!

Postagens populares

Marcadores

 
▲Topo