Arquivo do blog

Marcadores

Theme Support

Unordered List

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Atenção:

Art. 46. Não constitui ofensa aos direitos autorais: III - a citação em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicação, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e a origem da obra; as imagens deste blog são retiradas da internet, se quiser credito pela autoria ou quiser que remova, é só entrar em contato conosco.

Importante:

As informações e sugestões contidas neste blog têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Seja + Um

Pesquisa

Arquivo

Seguir po Email

Tradutor

Calcule seu IMC

Calculadora IMC
Peso: kgs
Altura: m cm

20 novembro 2016

10 principais sintomas de gordura no fígado

De acordo com médicos, gordura no fígado não prejudica o corpo por si só. Entretanto, o acúmulo de tecido gorduroso pode levar a danos no fígado – incluindo inflamação e cicatrizes.

A gordura no fígado ocorre quando você ingere mais gordura e calorias do que seu fígado pode processar. Como resultado, gorduras simples se acumulam nas células do fígado, deixando-o propenso a danos. A razão mais comum para o desenvolvimento de gordura no fígado é a obesidade – a chance de indivíduos obesos desenvolverem a condição é 75% maior. Embora uma dieta gordurosa e ganho de peso possam ser os maiores culpados, diabetes (ou resistência a insulina), hiperlipidemia (muitos lipídios no sangue) e abuso de álcool podem aumentar as chances.

Aqui estão os dez sintomas de gordura no fígado mais comuns.

1. Fadiga

Se qualquer órgão no nosso corpo se torna disfuncional, nesse caso o fígado, o corpo irá tentar se proteger e compensar bombeando mais sangue para o órgão, o que frequentemente leva a fraqueza, confusão, julgamento prejudicado ou problemas de concentração, perda severa de energia e uma inabilidade repentina de participar de atividades sociais de que se gostava.

2. Obesidade

Médicos atestam que excesso de peso irá aumentar seu risco de ter gordura no fígado em 75%. Além disso, os indivíduos mais propensos à condição são os de meia idade, o que quer dizer que se você está acima do peso e passando dos 40 anos, é de seu interesse adotar uma dieta saudável e fazer exercícios regulares para eliminar células de gordura.

3. Icterícia

A icterícia, uma condição que se mostra no amarelamento da pele e dos olhos, é um sinal comum de doença hepática. Ela é causada quando a bile do fígado é bloqueada, o que causa elevações amareladas e que coçam na superfície da pele e ao redor das pálpebras.

4. Cor da Urina

Muitas vezes, se há desenvolvimento de icterícia, você também nota mudanças na cor da sua urina, que parece escura. Quando você defeca, você também pode notar um dos sintomas de gordura no fígado, com suas fezes se tornando esbranquiçadas ou com cor de cinzas, e emitindo um odor desagradável.

5. Mudanças na Pele

Além de mudanças na pele devido à icterícia, você pode notar a pele desigual e descoloração na área do pescoço (devido a glândulas inchadas) e embaixo dos braços, uma vez que a falha hepática se instala. Alterações adicionais na pele podem aparecer como vasos sanguíneos estourados no rosto, ou varicose no peito, costas e ombros. As mãos também podem ser afetadas, com as palmas se tornando vermelhas e as unhas ficando brancas com as pontas dos dedos maiores.

6. Dor Abdominal

Dor abdominal pode ser um dos sintomas de gordura no fígado. Você irá experimentar esse desconforto no centro ou na porção superior direita do abdômen, o que pode indicar sangramento interno. Isso pode causar vômito com sangue, que ocorre se vasos sanguíneos no trato gastrointestinal se inflamam e rompem, e você também pode notar sangue nas fezes.

7. Abdômen Aumentado

Um abdômen aumentado, uma condição chamada Ascite, que ocorre devido à retenção de fluidos no abdômen e fígado, ocorre com o estabelecimento de doença hepática severa. A ascite leva a um abdômen aumentado e duro, e um umbigo que parece empurrado para fora devido à retenção de líquidos. Ela também pode causar dificuldade de respiração devido à pressão severa nos órgãos internos.

8. Perda de Músculo

Pessoas com doença hepática avançada frequentemente desenvolvem perda de músculos, ou outra condição associada chamada Contratura de Dupuytren, na qual os tendões das mãos encolhem, os dedos se curvam e há tremores musculares (ou tremores incontroláveis).

9. Genética

Hereditariedade é um indicador de problemas futuros. Por exemplo, se um pai ou avô biológico sofreu de doença hepática, filhos e netos desse indivíduo também serão afetados pela condição. No caso da doença hepática, estudos mostram que indivíduos podem ser propensos a obesidade ou alcoolismo, ou nascer com níveis baixos de enzimas do fígado, que estão envolvidas no metabolismo de gorduras.

10. Falta de Sintomas

Nem sempre os sintomas de gordura no fígado aparecem. A gordura no fígado é frequentemente chamada de uma assassina silenciosa – o que quer dizer que ela mostra poucos sintomas, particularmente nos estágios iniciais. Entretanto, se a doença continuar a avançar sem tratamento por vários anos, sem sinais, sintomas ou complicações enquanto a gordura se acumula, o fígado se tornará inflamado e com cicatrizes na superfície. Eventualmente, gordura no fígado não tratada pode levar a falha hepática.

←  Anterior Proxima  → Inicio

Junte-se aos Amigos

Leve-me!!

Saúde Um Desafio - Sua saúde, seu bem estar!

Calcule o seu IMC

Calculadora de IMC HTML
Peso (em Kg)

Altura (em Cm)




IMC

Avaliacao do IMC


Calculadora IMC

Curta-nos no Facebook

Adicione-me no Google+

Siga-me!!

Postagens populares

Marcadores

 
▲Topo