Arquivo do blog

Marcadores

Theme Support

Unordered List

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Atenção:

Art. 46. Não constitui ofensa aos direitos autorais: III - a citação em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicação, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e a origem da obra; as imagens deste blog são retiradas da internet, se quiser credito pela autoria ou quiser que remova, é só entrar em contato conosco.

Importante:

As informações e sugestões contidas neste blog têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Seja + Um

Pesquisa

Arquivo

Seguir po Email

Tradutor

Calcule seu IMC

Calculadora IMC
Peso: kgs
Altura: m cm

21 maio 2016

Primeiros sinais da falta de magnésio no seu corpo, elemento fundamental para o funcionamento do metabolismo

Como anda as taxas de magnésio no seu corpo? Atenção se as taxas estão baixa, isso é perigoso para a sua saúde e significa que seu metabolismo não esta funcionando corretamente.

Está comprovado cientificamente que a grande maioria dos seres humanos apresenta carência do elemento MAGNÉSIO no organismo, sendo este muito importante para o nosso metabolismo.

O MAGNÉSIO é o 2º elemento mais abundante nos líquidos celulares e são encontrados também nos ossos, músculos esqueléticos e cardíacos, fígado e rins; sendo que atua diretamente em mais de 300 enzimas do nosso corpo e na síntese de ATP (energia). Isso se dá, pois a deficiência deste elemento reflete numa demora do suprimento dessa energia (ATP), afetando todas as funções corporais associadas ao consumo deste, havendo decadência celular.

O magnésio é responsável por mais de 300 funções metabólicas no organismo humano. De fato, cada célula do corpo precisa deste mineral para funcionar corretamente.

O corpo humano normalmente tem cerca de 28g de magnésio, localizados principalmente nos ossos e dentes, mas há pequenas quantidades, no coração e no cérebro, e até mesmo no sangue.

O estresse, a idade, drogas, bebidas alcoólicas, fumo, alimentação deficiente podem levar a uma carência cada vez maior resultando em complicações como artrose, problemas reumáticos, arritmias, infarto e problemas circulatórios.

De acordo com as estatísticas, mais de 1/3 dos brasileiros sofrem de carência de magnésio, principalmente em função do estilo de vida moderno e insalubre. Quanto mais estressada for uma pessoa, mais rápido ela consome a quantidade de magnésio necessária ao dia, por isso é necessário observar e fazer a reposição desse consumo acelerado.

O organismo precisa de aproximadamente 300 – 500 mg ao dia! A deficiência de Cloreto de Magnésio causa inúmeros transtornos na saúde, alguns deles bem graves, podendo acarretar doenças e problemas no organismo, confira abaixo.
  • Osteoporose
  • Fadiga crônica
  • Insônia
  • Espasmos faciais
  • Cãibras nas pernas
  • Ansiedade
  • Irritabilidade
  • Enxaquecas
  • Depressão
  • Doença cardíaca.
A deficiência de magnésio também está relacionada com algumas doenças crônicas como síndrome metabólica e diabetes tipo 2.

A ingestão de magnésio adequada melhora o nível de oxigênio no cérebro e é por isso que pode ajudar as pessoas que sofrem de doença de Alzheimer. Ela também está relacionada com tremores de Parkinson, alguns estudos têm mostrado que as pessoas com esta doença apresentam um menor nível de magnésio no cérebro.

Magnésio é o combustível adequado para seu corpo e sua mente melhora o funcionamento do metabolismo, evita doenças, proporciona melhor qualidade de vida e menos cansaço mental.

Confira abaixo a lista de alimentos que você precisa consumir diariamente para manter em dia os níveis de magnésio.

Cereais integrais; peixes; ovos; vegetais de folhas verdes: espinafre, couve, brócolis, pepino; legumes, chocolate escuro; Diferentes tipos de sementes como: linhaça, chia, girassol, abóbora.

Você pode tomar suplementos de magnésio, bem como, e se você estiver usando um, certifique-se que seja da mais alta qualidade, e eles devem conter os 4 componentes, porque eles são mais facilmente absorvidos no corpo do que outras formas.

Citrato de magnésio
O citrato de magnésio é muitas vezes utilizado para tratar a diarreia e para limpar o intestino antes de certos procedimentos no estômago. Ele é indicado para uso a curto prazo e é administrado por via oral.

Gluconato de magnésio
O gluconato de magnésio é utilizado principalmente como um suplemento para ajudar a manter os níveis de magnésio adequados no corpo. Ele pode ser usado para tratar outras condições clínicas se um médico considerar necessário. Esse suplemento pode ser administrado a longo prazo para a maioria das pessoas e é ingerido oralmente.

Lactato de magnésio
O lactato de magnésio é frequentemente utilizado para corrigir uma deficiência de magnésio. Ele pode ser usado para tratar outras condições médicas, como indigestão, azia ou dor de estômago. Esse suplemento é ingerido por via oral, mas também pode ser administrado através de uma injeção, sob a supervisão de um médico. O lactato de magnésio pode ser tomado durante tanto tempo quanto o médico recomendar.

Óxido de magnésio
O óxido de magnésio costuma ser utilizado como um suplemento para ajudar a manter os níveis adequados de magnésio no corpo, mas também pode ser usado para tratar outras condições clínicas se um médico considerar necessário. Ele é administrado por via oral e pode ser consumido a longo prazo pela maioria das pessoas.

Hidróxido de magnésio
O hidróxido de magnésio é usado principalmente como um laxante e um antiácido. Como um laxante, pode ser utilizado ocasionalmente para aliviar a prisão de ventre. Como um antiácido, serve para aliviar a azia ou indigestão. O hidróxido de magnésio deve ser consumido apenas a curto prazo e é administrado por via oral.

Sulfato de magnésio
O sulfato de magnésio é mais comumente encontrado em multivitamínicos. Em doses mais elevadas ele serve para tratar uma deficiência de magnésio, pré-eclampsia em mulheres grávidas, convulsões e inflamação renal aguda em crianças. Ele pode ser usado a longo prazo para determinadas condições e a curto prazo para outras e pode ser administrado por via oral ou através de uma injeção.

Se você achou este artigo útil, não se esqueça de compartilhar com seus amigos e familiares, Obrigado.



←  Anterior Proxima  → Inicio

Junte-se aos Amigos

Leve-me!!

Saúde Um Desafio - Sua saúde, seu bem estar!

Calcule o seu IMC

Calculadora de IMC HTML
Peso (em Kg)

Altura (em Cm)




IMC

Avaliacao do IMC


Calculadora IMC

Curta-nos no Facebook

Adicione-me no Google+

Siga-me!!

Postagens populares

Marcadores

 
▲Topo