Arquivo do blog

Marcadores

Theme Support

Unordered List

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Atenção:

Art. 46. Não constitui ofensa aos direitos autorais: III - a citação em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicação, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e a origem da obra; as imagens deste blog são retiradas da internet, se quiser credito pela autoria ou quiser que remova, é só entrar em contato conosco.

Importante:

As informações e sugestões contidas neste blog têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Seja + Um

Pesquisa

Arquivo

Seguir po Email

Tradutor

Calcule seu IMC

Calculadora IMC
Peso: kgs
Altura: m cm

16 abril 2016

Diferença entre estrias vermelhas e brancas

As estrias
Quando elas aparecem pode se preocupar. Vem um tratamento longo pela frente. As estrias incomodam tanto quanto as celulites atingem 60% das pessoas do sexo feminino (entre 9 e 35 anos) e também bastante nos homens.

Elas precisam ser tratadas logo no início para que tenham mais chances de serem eliminadas  Por isso a gente mostra aqui a diferença entre os tipos de estrias e como elas surgem na pele.

Principais causas
Em muitos casos não tem como evitar. A hereditariedade é a principal causa e já anuncia que filhos de pais que tiveram muitas estrias irão sofrer com elas. A adolescência é o momento em que as estrias aparecem por conta do crescimento acelerado, picos de liberação hormonal afetando o processo de liberação de colágeno na derme ou até mesmo aumento e perda de peso rapidamente. Os adultos, tanto homens quanto mulheres também se surpreendem quando elas aparecem.

Nas mulheres a estria se rompe quando há um efeito sanfona de emagrecimento, perda ou  ganho de peso muito rápido e na gravidez, em que a pressão sobre a pele aumenta consideravelmente. Homens que também perdem ou ganham peso rapidamente também apresentam estrias ou ainda os que fazerem exercícios muito pesados exigindo muito da musculatura da pele precisam encarar o aparecimento das estrias.

Portanto, as estrias nada mais são do que excesso de distensão da pele. É um problema estritamente de natureza estética, não compromete o funcionamento do organismo. Porém, o aparecimento das estrias causa transtornos psicológicos, podem causar depressão, influenciam a autoestima e até o modo de vestir das pessoas. Um problema estético que pode se tornar um problema psicossocial.

Mas qual é a diferença?
As estrias brancas e vermelhas, na verdade, são a mesma coisa. A diferença é o estágio em que elas estão. É um mesmo processo em fases distintas. As fibras de tecido da pele se rompem e inicialmente ficam vermelhas porque estão em uma fase inflamatória. É como se fosse uma ferida interna, inchada e avermelhada. Posteriormente ela já fica branca e mais “cicatrizada”, por isso muda o aspecto.
  • Estrias vermelhas: circulação de sangue intenso no local, inflamação, fibras colágenas da derme rompidas, mais fáceis de eliminar por estarem em fase inicial.
  • Estrias brancas: é a estria vermelha cicatrizada, mais fina e clara do que a pele normal. São brancas porque os melanócitos, que produzem o pigmento escuro, estão localizados justamente nessa camada que foi perdida na pele onde ocorreu a estria. Não desaparecem totalmente com os tratamentos, mas podem ser bastante suavizadas.
Tratamentos
O topo dos tratamentos para estrias ainda são as velhas recomendações. Muita hidratação na pele e em longo prazo, sempre. Porque os resultados não aparecem da noite por dia. A gente mostra também mais modernos tratamentos para as estrias atualmente, mais rápidos e eficazes.
  • Radiofrequência fracionada – é uma tecnologia nova, européia, que utiliza eletricidade através de radiofrequência. Por ser eletricidade conduzida de um pólo a outro, não tem restrições de uso em tipo de pele, pois não interfere a presença de melanina, o que pode causar manchas na pele. A energia penetra de forma mais homogênea na pele promovendo a renovação até a derme sem machucar externamente. Abaixa o relevo da estria e deixa a pele mais lisa e firme. Tratamento de 3 a 5 sessões (uma por mês) com até 90% de eficácia. Não pode ser feito em grávidas.
  • Laser Ablativo Fracionado CO2 –  o laser é o tratamento mais usado para eliminar as estrias em todas as fases. No caso da fase avermelhada, o laser estimula a produção de colágeno na área, fecha os vasos sanguíneos pequenos, diminuindo o tamanho das estrias. Quando elas já estão esbranquiçadas, o laser atua também na formação de colágeno, mas o resultado é diferente. Apenas aproxima a borda da estria, preenchendo as mesmas. Os tratamentos a laser têm bastante contra-indicações como não ser usado em grávidas, pessoas com sensibilidade à luz, em tratamento com isotretinoína, com herpes em atividade, quimioterapia, radioterapia, quelóides na pele, hiperpigmentação. Geralmente o uso de laser é associado à aplicação de cremes e ácidos retinóicos para aumentar a eficácia do tratamento. São necessárias cerca de 5 sessões.
  • Subcisão – é feita a separação do tecido da pele na parte mais profunda da estria, com uma agulha específica. Com isso as células da coagulação, o sangue e a cicatrização da área afetada geram uma nova cicatrização da lesão para nivelar e deixar mais homogêneo com o resto da pele. Existe risco de hiperpigmentação, feita em 3 sessões que não devem se repetir em menos de dois meses na mesma região da pele.
Fonte: http://www.saudemedicina.com/diferenca-entre-estrias-vermelhas-e-brancas/
←  Anterior Proxima  → Inicio

Junte-se aos Amigos

Leve-me!!

Saúde Um Desafio - Sua saúde, seu bem estar!

Calcule o seu IMC

Calculadora de IMC HTML
Peso (em Kg)

Altura (em Cm)




IMC

Avaliacao do IMC


Calculadora IMC

Curta-nos no Facebook

Adicione-me no Google+

Siga-me!!

Postagens populares

Marcadores

 
▲Topo