Arquivo do blog

Marcadores

Theme Support

Unordered List

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Atenção:

Art. 46. Não constitui ofensa aos direitos autorais: III - a citação em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicação, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e a origem da obra; as imagens deste blog são retiradas da internet, se quiser credito pela autoria ou quiser que remova, é só entrar em contato conosco.

Importante:

As informações e sugestões contidas neste blog têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Seja + Um

Pesquisa

Arquivo

Seguir po Email

Tradutor

Calcule seu IMC

Calculadora IMC
Peso: kgs
Altura: m cm

24 março 2016

Reeducação alimentar: o que é os benefícios, por que e como fazer

Um tema que está em alta, à reeducação alimentar geralmente não é feita focando apenas o emagrecimento, e sim a melhor maneira de manter-se saudável durante e depois.

Quando falamos em reeducação alimentar, a imagem que vem na cabeça de muita gente é a de cortar doces e besteiras e comer apenas saladas, frutas e legumes.

A reeducação significa muito mais do que isso, ela é um hábito adquirido e desenvolvido para a vida toda. É um processo a longo prazo, que não pode ser radical e sim gradual.

Lê-se muito que a culpa dos maus-hábitos alimentares são dos pais que geralmente não ensinaram os filhos desde pequenos a comer bem e com saúde.

Eu particularmente acredito que apenas parte dessa afirmativa seja verdade, a culpa não é única e somente dos pais. Hoje, temos a mídia incentivando o consumo desenfreado de refrigerantes e fast-foods como se isso fosse à coisa mais saudável do mundo.

Mas o que é a reeducação alimentar?
Como o nome já diz, é exatamente isso, uma reeducação, é um processo comprido onde, sim, alguns sacrifícios em prol da sua saúde serão feitos.

Ao optar pela reeducação alimentar, você não está apenas mudando a forma de alimentar-se, estará adotando um estilo de vida, para o qual é preciso um tanto de força de vontade.

Indo direto ao ponto, afinal, o que é a reeducação alimentar? Ela consiste em mudar alguns hábitos alimentares, fazer substituições inteligentes e alimentar-se de forma balanceada.

É aprender a medir o que e a quantidade que vai colocar no seu prato, o que comer nos intervalos, quando são os intervalos. E por esse motivo é necessário o acompanhamento de uma nutricionista, nutrologista ou endocrinologista.

Quais são seus benefícios?
Além do óbvio? Rsrs brincadeirinha….

Brincadeiras à parte, os benefícios são muitos, e aqui vamos listá-los para melhor entendimento:

  • Emagrecimento saudável – Mas o que é o emagrecimento saudável de que tanto falam? Com a reeducação alimentar, você emagrece de forma gradual, perdendo gordura ao invés músculos.
  • Maior controle das suas refeições – O maior controle das suas refeições não vem apenas com força de vontade, vem de um conjunto de ações: disciplina, foco, comprometimento e conhecimento.
  • Nunca mais efeito sanfona – Quando você perde peso gradualmente, evita o tão temido efeito sanfona, perdendo peso de qualidade e não necessariamente em quantidade.
  • Saúde – Provavelmente você já ouviu a expressão “você é o que você come”. Realmente, alimentar-se com saúde é incluir no seu cardápio alimentos de qualidade.
  • Corpo esbelto – Afinal quem não quer ficar não apenas para o verão e sim para todas as estações do ano. A reeducação auxilia na obtenção de resultados estéticos.
  • Retarda o envelhecimento – Sim, isso ocorre, pois quanto mais vitaminas, minerais, proteínas boas para o nosso corpo, cada vez mais tarde envelheceremos.
Por que mudar meus hábitos alimentares?
Uma resposta muito simples e ao mesmo tempo complexa, pode ser comparado a por que emagrecer? Se você chegou até aqui no texto e ainda não está convencida, talvez agora mude de idéia.

PS: Meu intuito aqui não é fazer ninguém mudar de idéia, é apenas pregar por uma vida mais saudável e conseqüentemente no futuro pessoas mais saudáveis.

Ao mudar os hábitos alimentares – desde que para melhor – é ter consciência de que você quer viver melhor e com menos visitas aos médicos durante a velhice.

Que mulher nos tempos atuais, não quer manter a juventude a quase todo custo? E se esse custo fosse relativamente mais baixo do que um botox? Pois bem, alimentar-se bem tem seus benefícios e ser adepta da reeducação alimentar é somente o começo pala uma pele melhor, com maior produção de colágeno e etc.

Como mudar e montar meu cardápio?
Essa é uma pergunta que até eu entrar de cabeça nessa vida fitness, tinha muita insegurança e dúvidas. Pesquisei muito, fui a vários médicos e percebi que não iria cair nada do céu e uma dieta desenvolvida para as minhas necessidades, somente eu poderia montar.

Bom, para mudar, você apenas tem que querer, esse é o passo inicial, depois disso, você pode seguir os passos que falei ali em cima e até mesmo usá-los como inspiração.

Agora, voltando ao assunto, ao montar o seu cardápio, veja bem que aqui eu vou dar dicas e não um cardápio completo. Você precisa prestar a atenção em algumas coisas:
  1. Seu objetivo – Seja ele qual for uma reeducação alimentar é necessária para atingi-lo;
  2. Ter certeza de quanto tempo disponível para dedicar única e exclusivamente para sua dieta;
  3. Você tem restrição a algum alimento;
  4. Não ter medo de investir uma quantia razoável de dinheiro em alimentação saudável;
  5. Disposição e determinação para permanecer no seu caminho, mesmo depois de atingir o seu objetivo.
Depois de tudo esclarecido e pensado, é hora de colocar em ação e tomar as atitudes para começar um novo hábito capaz de mudar a sua vida.

Comecemos então, com a inclusão gradual de itens na sua dieta, diminuírem o intervalo de tempo entre as refeições e reduzir o consumo de refrigerantes (eles são inimigos da pele sem celulite).
  • Café da manhã: prefira frutas, cereais de origem integral e alguma proteína magra;
  • Colação (entre o café da manhã e o almoço): prefira um snack saudável, fruta ou iogurte com pouca gordura;
  • Almoço: procure ter sempre presentes leguminosas, hortaliças, proteína e carboidrato resistente;
  • Lanche da tarde: aqui os snacks geralmente se fazem mais presentes, vale algumas unidades de cookie integral, uma porção de fruta ou uma unidade de polenginho (mas poxa, só uma? – Sim, apenas uma.);
  • Jantar: procure comer uma salada, e lembre-se nada de carboidratos depois das 18h;
Lanche da noite/ceia: uma porção de fruta ou um iogurte.

Lembrando que essa dica de cardápio é principalmente para uma rotina utópica e padrão, somente você será capaz de adaptá-la a sua rotina e preferências.

←  Anterior Proxima  → Inicio

Junte-se aos Amigos

Leve-me!!

Saúde Um Desafio - Sua saúde, seu bem estar!

Calcule o seu IMC

Calculadora de IMC HTML
Peso (em Kg)

Altura (em Cm)




IMC

Avaliacao do IMC


Calculadora IMC

Curta-nos no Facebook

Adicione-me no Google+

Siga-me!!

Postagens populares

Marcadores

 
▲Topo