Arquivo do blog

Marcadores

Theme Support

Unordered List

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Atenção:

Art. 46. Não constitui ofensa aos direitos autorais: III - a citação em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicação, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e a origem da obra; as imagens deste blog são retiradas da internet, se quiser credito pela autoria ou quiser que remova, é só entrar em contato conosco.

Importante:

As informações e sugestões contidas neste blog têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Seja + Um

Pesquisa

Arquivo

Seguir po Email

Tradutor

Calcule seu IMC

Calculadora IMC
Peso: kgs
Altura: m cm

11 fevereiro 2016

Deu cãibra. E agora?

Quem aqui nunca teve cãibra (ou câimbra) durante ou após uma atividade física levanta a mão! Está aí uma coisa que pago para ver, porque é praticamente impossível. Cãibras são contrações musculares súbitas e involuntárias que provocam dor intensa.

Eu mesmo já tive vários episódios de cãibras durante provas e em alguns treinos. Confesso que isso acabava com minha corrida e já cheguei a abandonar um treino de tanta raiva que fiquei. Lá no fundo, sabia que fazia alguma coisa errada, e no caso, estava na alimentação incorreta e falta de hidratação.

Algumas teorias apontam como as maiores causas de cãibra, a falta de potássio e a fadiga muscular. Quem nunca ouviu ou leu que devemos comer bananas para prevenir cãibras?


Fiz vários tipos de atividade física (quando era pequeno) e lembro-me da minha mãe amassando bananas para me dar como “pré treino”. 

De certa forma ela estava correta, banana é um alimento rico em potássio (como também em carboidrato e água), mas infelizmente não é comendo pencas delas que o problema será resolvido. No máximo só vai dar “aquela mãozinha”, como todo alimento saudável.


Há pouco tempo, a Bio Ritmo listou 5 hipóteses mais comuns causadoras de cãibra. Como é algo super comum em praticantes de atividades físicas, achamos muito bacana repassar aqui para você: 

1 – Fadiga Muscular: Nesse caso, é comum ocorrer após a atividade física. O motivo é que o músculo fica “intoxicado” por substâncias provenientes da contração muscular. Os inimigos mais comuns são: o ácido láctico, amônia e acidose.

Outros fatores como mudanças no treino (aumento de volume e intensidade), atletas fisicamente despreparados, treinamento excessivo (over training) e falta de descanso também podem desencadear episódios de cãibras.

2 – Clima: São as chamadas “cãibras induzidas pelo calor”, onde alterações climáticas bruscas interferem no organismo.

No calor, a elevação da temperatura corporal somada à atividade física pode aumentar a intensidade de algumas reações químicas no corpo, gerando essas contrações musculares. Já no frio, há constrição dos vasos sanguíneos, diminuindo o fluxo (sanguíneo) para os músculos favorecendo a ocorrência de cãibras.

3 – Desidratação: A perda de água durante a transpiração do corpo na prática de exercícios pode gerar o desequilíbrio dos fluídos corporais que interferem na contração natural dos músculos. A água facilita essa contração natural e causa relaxamento das fibras musculares e tendões. Sua falta nos deixa mais sujeito a espasmos.

Confesso que pecava muito nessa parte! Quando faço uma atividade mais intensa, como corrida ou HIIT, e bebo água, sinto um pouco de enjoo. Já cheguei a correr até 12k sem beber um pingo d’água, mesmo com sede. Adivinha o que aconteceu lá perto dos 13k? 
Nem de menos e nem de mais, temos que aprender a nos hidratar na quantidade certa! 

4 – Escassez de Sódio: A deficiência de sódio parece ser o principal fator desencadeador das cãibras, pois esse mineral está diretamente relacionado com a contração muscular. No suor, eliminamos sódio e potássio, causando um desequilíbrio e isso faz com que o músculo tenha contrações involuntárias.

Sabe aquele gosto salgado ou aquele “salzinho” na pele após uma corrida de longa distância? É um pouco do sódio que foi eliminado. Alguns estudos demonstram que sua deficiência provoca a “hiper-irritabilidade” de algumas terminações nervosas que podem proporcionar as tais contrações espontâneas dos músculos (cãibras).

5 – Deficiência de potássio: Assim como o sódio, o potássio é essencial no processo de controle das contrações musculares. Sua falta pode causar distúrbios.

Além disso, a cãibra também está relacionada à carência de magnésio e cálcio. Que tal fazer uma refeição completa balanceada? 

O que fazer então?
Não tem erro: alimentação balanceada, hidratação, treinamento adequado e progressivo, alongamento e descanso reparador.

“O ideal na prevenção das cãibras é manter uma alimentação saudável e observar sinais do seu corpo quando estiver fadigado… Exercícios de bombeamento, como os de panturrilha, são ótimos para a circulação. Além disso, alongamentos para a região posterior de coxa são indicados também, uma vez que essas partes costumam ser mais atingidas”, afirma a professora Taís Teixeira, da Bio Ritmo.

Para a nutricionista Fúlvia Hazarabedian (também da Bio Ritmo), deve-se “ter cuidado com a hidratação e o consumo de diferentes fontes de cálcio e potássio. E, se necessário, quando houver a perda de água (suor) repor os minerais com líquidos hidro eletrolíticos, mais conhecidos como isotônicos”.

Claro que estou abordando o tema de um modo GERAL. Se os episódios de cãibra estiverem acontecendo com freqüência, aconselho a procurar um especialista no assunto. Não vá se automedicando ou fazendo suposições, hein? Com saúde não se brinca! 

Sobre os vários episódios de cãibras que eu costumava ter: melhorei absurdamente depois que fui a uma nutri que me ensinou a importância de me alimentar direito (com comida de verdade e o mínimo possível de industrializados). Também aprendi a me alongar corretamente e respeitar os dias de descanso. Hoje procuro dormir cedo e ter uma qualidade melhor de sono. Ainda tenho muita coisa pra melhorar, mas sigo em busca.

Fontes: Bio Ritmo, Dr. Dráuzio Varella, UFMG
Fonte: http://corremulherada.com.br/deu-caibra-e-agora/
←  Anterior Proxima  → Inicio

Junte-se aos Amigos

Leve-me!!

Saúde Um Desafio - Sua saúde, seu bem estar!

Calcule o seu IMC

Calculadora de IMC HTML
Peso (em Kg)

Altura (em Cm)




IMC

Avaliacao do IMC


Calculadora IMC

Curta-nos no Facebook

Adicione-me no Google+

Siga-me!!

Postagens populares

Marcadores

 
▲Topo