Arquivo do blog

Marcadores

Theme Support

Unordered List

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Atenção:

Art. 46. Não constitui ofensa aos direitos autorais: III - a citação em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicação, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e a origem da obra; as imagens deste blog são retiradas da internet, se quiser credito pela autoria ou quiser que remova, é só entrar em contato conosco.

Importante:

As informações e sugestões contidas neste blog têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Seja + Um

Pesquisa

Arquivo

Seguir po Email

Tradutor

Calcule seu IMC

Calculadora IMC
Peso: kgs
Altura: m cm

12 janeiro 2016

Glúten e lactose: vilões ou mocinhos?

Descubra porque esses dois nutrientes receberam a fama de vilões do emagrecimento

Depois do ovo e da carne vermelha, chegou à vez do glúten e da lactose assumirem o posto de vilões da saúde atualmente. Juntos, esses dois nutrientes, que sempre fizeram parte da alimentação desde os primórdios, protagonizam uma das maiores polêmicas do momento no campo da nutrição, especialmente quando celebridades afirmaram que atingiram lindos e esbeltos corpos com a retirada de glúten e lactose do cardápio.

Não é difícil imaginar o quanto essa notícia mexeu com a esperança de quem luta contra a balança. Mas, afinal, será que eles realmente engordam? Será que retirá-los da alimentação é a solução para o emagrecimento? 

O que é glúten?
O glúten é uma proteína de tamanho grande formada por duas proteínas menores chamadas gliadina e glutenina. O glúten está presente principalmente em cereais como trigo, cevada e centeio, incluindo todos os produtos feitos com eles. Por isso pães, biscoitos, macarrão, entre outros produtos apresentam o termo? Contêm glúten? No rótulo. A aveia é naturalmente um cereal sem glúten, porém, grade parte da aveia encontrada hoje apresenta o nutriente, porque, em alguma fase do processamento (desde o plantio, colheita, transporte e moagem), entra em contato com cereais que contêm glúten.

O que é lactose?
Presente em leites e derivados como iogurtes, bebidas lácteas e queijos, a lactose é um tipo de carboidrato formado por uma molécula de glicose e outra de galactose.

Glúten realmente engorda?
O glúten está presente em diversos alimentos ricos em carboidratos e com alto índice glicêmico (que elevam a taxa de açúcar no sangue), portanto, ao consumir esses alimentos em excesso, o risco de ganhar peso e desenvolver diabetes é maior, mas não pelo glúten em si, e sim pelo excesso de carboidrato.

Logo, se o objetivo é emagrecer, não adianta eliminar o glúten da alimentação e continuar consumindo grandes quantidades de arroz, batata, farinha de mandioca, entre outros.

A restrição do glúten faz, sim, emagrecer, não pela ausência, mas pela redução do consumo de calorias. Afinal, certamente será preciso investir em frutas, legumes e verduras ao retirar as fontes de glúten. Há algumas pessoas que comprovadamente precisam excluir o glúten da rotina. São aquelas que sofrem de doença celíaca, uma condição que afeta 1 em cada 200 pessoas no mundo, segundo a Organização Mundial de Gastroenterologia.

Quando alguém com doença celíaca consomem glúten, seu sistema imunológico reconhece a proteína como um inimigo e reage contra ela. Esse ataque danifica o intestino delgado, prejudicando a absorção de nutrientes, e gera sintomas como fortes cólicas, vômitos, diarreia e até irritação na pele.

Existem ainda algumas pessoas que não sofrem de doença celíaca, mas que têm intolerância ao glúten. Nesses casos, ao consumir a proteína, é comum sentir diarreia, cólicas e gases. A intolerância pode aparecer em qualquer um e em qualquer fase da vida, mas ainda não está claro o motivo pelo qual isso acontece.

Cortar ou não a lactose das refeições?
O fato é que ainda não há um consenso em relação à retirada da lactose por toda a população, visto que não há evidências científicas suficientes que sustentem a relação da lactose com o ganho de peso ou obesidade. A recomendação é que apenas portadores de intolerância à lactose e alergia à proteína do leite retirem os lácteos da alimentação.

A intolerância à lactose é uma condição na qual existe uma deficiência de lactase, uma enzima cuja função é quebrar as moléculas de lactose. A intolerância ocorre quando o intestino deixa de produzir a quantidade necessária de lactase, comprometendo a digestão da lactose.

Durante a infância, a base da alimentação é o leite, por isso o corpo nessa fase produz grandes quantidades de lactase. Com o envelhecimento, outros alimentos passam a fazer parte das refeições, e o leite deixa de ser o principal alimento. Com isso, o corpo tende a reduzir a quantidade de lactase produzida e, em algumas pessoas essa quantidade pode ser ainda menor, surgindo aí à intolerância à lactose no adulto. Porém, não é uma regra.

A maioria das pessoas passa a vida toda consumindo produtos lácteos e não desenvolve a intolerância. Outras condições como a doença celíaca, gastroenterite e a doença de Crohn podem também ocasionar o problema de intolerância à lactose.

Como deu para perceber, antes de sair por aí cortando todos os alimentos com glúten e lactose das refeições, é importante ter um diagnóstico médico e estar muito bem orientado por um nutricionista sobre as adaptações e substituições alimentares necessárias.

Por exemplo, algumas pessoas toleram pequenas porções de derivados do leite ao dia, então, é preciso apenas moderar o consumo. Outras podem consumir os lácteos normalmente a partir da suplementação da lactase.

A retirada total de um nutriente ou grupo alimentar deve ser avaliado por um profissional, caso a caso, já que restrições são os principais responsáveis por carências de nutrientes. E, claro, é sempre bom lembrar que o equilíbrio no consumo alimentar aliado a um estilo de vida saudável, ainda é a melhor receita para o emagrecimento saudável e definitivo.

Ana Carolina Icó
Nutricionista 
CRN3: 34133
Fonte: http://www.dietaesaude.com.br/temas/alimentacao/18140-gluten-e-lactose-viloes-ou-mocinhos
←  Anterior Proxima  → Inicio

Junte-se aos Amigos

Leve-me!!

Saúde Um Desafio - Sua saúde, seu bem estar!

Calcule o seu IMC

Calculadora de IMC HTML
Peso (em Kg)

Altura (em Cm)




IMC

Avaliacao do IMC


Calculadora IMC

Curta-nos no Facebook

Adicione-me no Google+

Siga-me!!

Postagens populares

Marcadores

 
▲Topo