Arquivo do blog

Marcadores

Theme Support

Unordered List

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Atenção:

Art. 46. Não constitui ofensa aos direitos autorais: III - a citação em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicação, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e a origem da obra; as imagens deste blog são retiradas da internet, se quiser credito pela autoria ou quiser que remova, é só entrar em contato conosco.

Importante:

As informações e sugestões contidas neste blog têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Seja + Um

Pesquisa

Arquivo

Seguir po Email

Tradutor

Calcule seu IMC

Calculadora IMC
Peso: kgs
Altura: m cm

28 janeiro 2016

Bafo de onça... E agora?

Foto:rachel a. k./Flickr
Você chega numa festa, achando que vai beijar aquele gato e quando ele chega perto... Xiiiii! Você sente aquele cheirinho ruim da boca e o famoso mau hálito (halitose) estraga o grande momento.

Há várias causas para a halitose, mas em mais de 90% dos casos, a origem é na cavidade bucal. Mas se você sofre de halitose, não fique triste. Cuidados diários de higiene e algumas mudanças na alimentação podem resolver de vez esse problema, motivo de zoação e vergonha em qualquer idade.

Escovação correta
A higiene bucal inadequada é uma das principais causas da halitose, segundo o dentista Fernando D’Oliveira Matozinhos. Ela causa acúmulo de tártaro (restos de alimentos calcificados) e placas bacterianas, provocando sangramentos e inflamações na gengiva e na área periodontal (entorno dos dentes) e saburra lingual. Restaurações desadaptadas e grandes cáries, que acumulam alimentos, também causam mau hálito.

Para prevenir o mau hálito, recomenda uma boa higiene bucal, com escovação correta, limpeza da língua, uso do fio dental e de enxaguatório bucal sem álcool, bem como a visita freqüente ao dentista.

Ao contrário do que muitos pensam, problemas no estômago não costumam interferir no hálito. Essa crença se origina do fato de que o jejum prolongado pode causar halitose. Contudo o gastroenterologista João Soares ressalta que algumas doenças do trato digestivo estão associadas ao mau hálito, como a doença do refluxo, divertículos no esôfago, megaesôfago, gastroparesia e estenose pilórica.

A baixa produção de saliva, estresse, problemas nas vias aéreas e nas amígdalas e prisão de ventre acentuada também podem causar halitose.

Alimentação saudável
Todo mundo sabe que alguns alimentos causam mau hálito, como o alho, a cebola, a pimenta, rabanete, picles, repolho, couve, brócolis, bem como alimentos gordurosos, como queijo amarelo.

Foto:Gergerger7.xchng
Contudo, a nutricionista Cristiane Almeida alerta sobre duas atitudes que estão diretamente relacionadas à halitose: beber menos de um litro de água por dia (baixa ingestão hídrica) e ficar mais de três horas sem comer (jejum prolongado).

Para ela é importante uma dieta saudável, ingerir pequenas refeições a cada três horas e beber bastante água. Alimentos fibrosos e crus, como a maçã, a pera e o pepino, estimulam a mastigação e podem ajudar na limpeza dos dentes.

Consultoria:
Fernando D’Oliveira Matozinhos
João Soares (IPEC/Fiocruz)
Cristiane Almeida (IPEC/Fiocruz)
Fonte: http://www.invivo.fiocruz.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=1365&sid=8
←  Anterior Proxima  → Inicio

Junte-se aos Amigos

Leve-me!!

Saúde Um Desafio - Sua saúde, seu bem estar!

Calcule o seu IMC

Calculadora de IMC HTML
Peso (em Kg)

Altura (em Cm)




IMC

Avaliacao do IMC


Calculadora IMC

Curta-nos no Facebook

Adicione-me no Google+

Siga-me!!

Postagens populares

Marcadores

 
▲Topo