Arquivo do blog

Marcadores

Theme Support

Unordered List

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Atenção:

Art. 46. Não constitui ofensa aos direitos autorais: III - a citação em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicação, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e a origem da obra; as imagens deste blog são retiradas da internet, se quiser credito pela autoria ou quiser que remova, é só entrar em contato conosco.

Importante:

As informações e sugestões contidas neste blog têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Seja + Um

Pesquisa

Arquivo

Seguir po Email

Tradutor

Calcule seu IMC

Calculadora IMC
Peso: kgs
Altura: m cm

26 janeiro 2015

Castanha do baru

Uma castanha escondida dentro de um fruto pouco conhecido – o baru – pode ser uma grande aliada para a sua saúde. Não é de hoje que as oleaginosas como castanha do caju, castanha do Pará, avelã, nozes, pistache, amêndoas e amendoim, são famosas pelos inúmeros benefícios que trazem à saúde.
Mas o que tem surpreendido até os pesquisadores são as propriedades de uma semente pouco conhecida pela maioria dos brasileiros: a castanha do baru.
O baruzeiro é uma árvore nativa do Cerrado que produz uma grande quantidade de frutos.

Dentro de cada um deles, se esconde a castanha do baru, uma amêndoa com alto valor nutricional.

O curioso é que, há pouco mais de uma década, a castanha do baruzeiro era usado quase exclusivamente como alimento para o gado.

Dizem que tudo mudou em 1996, quando um morador da área rural de Pirenópolis (GO) torrou algumas sementes de baru e achou o sabor gostoso, parecido com o do amendoim, e a comunidade local passou a usá-las em diferentes receitas.

Não demorou muito para a novidade despertar a curiosidade de pesquisadores que passaram a investigar suas características nutricionais.

Sabe-se hoje que a castanha do baru tem cerca de 80% de ácidos graxos insaturados, principalmente ácido oléico (ômega 9) e ácido linoléico (ômega 6); uma ótima quantidade de proteínas e minerais, com destaque para o cálcio, ferro e zinco.

Mas para que o organismo aproveite bem todos os seus benefícios, a castanha deve ser consumida torrada, não crua.

Ela pode ser usada no preparo de pães, bolos, paçocas ou servida como aperitivo.

Só que como acontece com qualquer oleaginosa, a castanha do baruzeiro tem um alto valor energético e deve ser consumida com moderação.

A castanha do baru é só uma das tantas riquezas do Cerrado brasileiro.
Frutos típicos dessa região, como araticum, buriti, cagaita, ingá, jatobá, mangaba, pitaya, pitomba e pequi ainda são desconhecidos pela maioria dos brasileiros, mas possuem propriedades nutricionais fantásticas.

Aumentar o consumo dos frutos do Cerrado também é fundamental para ajudar na preservação de outras dezenas de espécies frutíferas, que podem desaparecer sem que se tome conhecimento da qualidade de suas substâncias.

Fiquem atentos!

Esse artigo foi escrito pelo Dr. Rodolfo Peres – Nutricionista Esportivo, autor do livro VIVA EM DIETA, VIVA MELHOR (para comprar acesse www.rodolfoperes.com.br/livros.aspx)
←  Anterior Proxima  → Inicio

Junte-se aos Amigos

Leve-me!!

Saúde Um Desafio - Sua saúde, seu bem estar!

Calcule o seu IMC

Calculadora de IMC HTML
Peso (em Kg)

Altura (em Cm)




IMC

Avaliacao do IMC


Calculadora IMC

Curta-nos no Facebook

Adicione-me no Google+

Siga-me!!

Postagens populares

Marcadores

 
▲Topo