Arquivo do blog

Marcadores

Theme Support

Unordered List

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Atenção:

Art. 46. Não constitui ofensa aos direitos autorais: III - a citação em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicação, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e a origem da obra; as imagens deste blog são retiradas da internet, se quiser credito pela autoria ou quiser que remova, é só entrar em contato conosco.

Importante:

As informações e sugestões contidas neste blog têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Seja + Um

Pesquisa

Arquivo

Seguir po Email

Tradutor

Calcule seu IMC

Calculadora IMC
Peso: kgs
Altura: m cm

11 dezembro 2014

Beber “socialmente” também é nocivo ao organismo

Álcool “mata” os neurônios e ressaca está ligada ao envelhecimento precoce

Pesquisas que apontam os prejuízos do consumo excessivo do álcool não são novidade.
Poucos estudos, porém, alertam sobre os riscos ao organismo da ingestão “moderada” das bebidas alcoólicas. “Nosso fígado é um órgão que se regenera, mas caso a ingestão de álcool seja contínua, ainda que não em quantidades exageradas, como uma ou duas vezes por semana, a pessoa pode ter problemas”, afirma o gastroenterologista do Einstein, Marcio Dias.

Dias também alerta para o início precoce do consumo de álcool. “Quanto mais cedo o indivíduo começa a beber, além de ficar mais suscetível à dependência, mais rapidamente pode sofre as conseqüências do álcool no organismo.”

Morte de neurônios
A sensação de lentidão e sonolência um dia após beber, conhecida como ressaca, não acontece por acaso. De acordo com o médico do Einstein, isso ocorre porque a ingestão de álcool efetivamente “mata” neurônios. “A desidratação afeta diretamente o cérebro. E a morte de nervos é irreversível.” 

Para amenizar o problema, o especialista dá algumas sugestões, como alternar a ingestão de álcool com água, beber mais lentamente e evitar beber com o estômago vazio. “Ajuda a poupar o fígado e também evita à ressaca”, explica Dias. “Costumamos nos sentir mal um dia depois de uma bebedeira principalmente por conta do baixo nível de algumas substâncias em nosso corpo, como, por exemplo, o magnésio. Por isso, alimentos como frutas secas são eficientes, pois ajudam a elevar os níveis da substância no organismo.”

Mitos e verdades
Há quem diga que misturar as bebidas alcoólicas pode “aumentar” os efeitos da bebedeira. Mito, segundo Dias. “Não existe nada comprovado sobre isso. O que sabemos é que bebidas destiladas possuem uma porcentagem maior de álcool e por isso podem ter conseqüências piores no corpo.”

Outra crença é em relação aos benefícios do vinho. “Sabemos que uma determinada quantidade traz benefícios à circulação sanguínea, porém, assim como as outras bebidas, não podemos exagerar. Além disso, vale lembrar que a ressaca dessa bebida é uma das piores, já que possuem uma maior quantidade de congêneres, substâncias presentes nas bebidas em geral e, em maior quantidade, nos vinhos.”

Fonte: Dr. Marcio Dias, gastroenterologista do Einstein​
←  Anterior Proxima  → Inicio

Junte-se aos Amigos

Leve-me!!

Saúde Um Desafio - Sua saúde, seu bem estar!

Calcule o seu IMC

Calculadora de IMC HTML
Peso (em Kg)

Altura (em Cm)




IMC

Avaliacao do IMC


Calculadora IMC

Curta-nos no Facebook

Adicione-me no Google+

Siga-me!!

Postagens populares

Marcadores

 
▲Topo